Caracterização

GEOGRAFIA
Situada no externo sudoeste do concelho, do que é a segunda maior freguesia, dista oito quilómetros do seu concelho e distrito - COIMBRA.
A sul de Coimbra e à cidade ligada pelas estradas IC 2 — antiga EN 1, também designada por Variante de Cernache, ou Estrada Nova — e pelo troço primitivo da EN 1, a Estrada Velha, a vila de Cernache, termo do concelho, dista da sede cerca de 8 Kms. 
 
De solos férteis, a que não é estranha a abundância de água, surgem, na área geográfica da freguesia, as nascentes de Feteira, do Olho Marinho, de Salviegas, de Vila Nova e do Rifano que formam a ribeira de Cernache cujas águas escorrem para o Mondego em queda suave de uma altitude que não ultrapassa os 125 metros até aos 40 metros na parte mais baixa da freguesia. 
Apesar da suavidade do declive aqui se instalaram, desde tempo muito remotos, vários moinhos e lagares de azeite que aproveitando a força motriz da água laboravam dia e noite, sendo os primeiros, pela continuidade da laboração, uma característica da terra até há bem pouco tempo. ~
 
A água que alimentava os campos era, por vezes, a mesma que fazia girar rodízios e azenhas.
 
Aldeias da Freguesia: Cernache, Casconha, Casa Telhada, Feteira, Loureiro, Malga, Orelhudo, Picoto, Pousada, Telhadela, Venda do Cego, Vila Nova e Vila Pouca.
 
Outros Lugares: Arneiro, Azenha, Bairro dos Moinhos, Barroca, Casal de S. Bento, Casal de S. Lourenço, Cimo do Olival, Lameira de Baixo, Lameira de Cima, Paul, Penedo Alto, Ribeira de Casconha, Ribeira de Cernache, Ribeira de Pão Quente, Tirado, Urbanização da Moita Santa e Vale Centeio.
 
 
DEMOGRAFIA